"Atenção Senhores passageiros, grávidas a bordo".

        As gestantes são cada vez mais habitué de aviões, principalmente aqueles com destinos aos paraísos dos enxovais e carrinhos de bebês.

       Que cuidados podem ser tomados para uma viagem mais tranquila?

       Inicilamente o planejamento quanto ao tempo de gravidez, levando em conta o período de saída e de retorno. Acho que a época mais confortável é entre o quarto e sexto mês, quando os desconfortos do início já melhoraram muito e a "barriga" não atrapalha tanto as peripécias das compras.

      Definido isso, escrevo algumas sugestões:

       - Hidratação. Tome bastante líquido. O ambiente das aeronaves é  seco e isso favorece a desidratação.

       - Deambule. Se possível, ande no corredor em intervalos de 3 -4 horas. Isso vai ajudar com que a sua circulação seja mais eficiente, principalmente no retorno do sangue dos membros inferiores ao coração.

       - Meia elástica média compressão. Para aquelas que não tem uma indicação terapêutica para uso de meias elásticas, essa tensão é sufuciente para melhorar o retorno do sangue dos pés e pernas, minimizando o inchaço, a sensação de cansaço e previnindo os fenômenos trombóticos. Não precisa ser necessariamente meia calça, pode ser 3/4 ou 7/8.

       - Refeições leves.  Cuidado com a gula. Sua digestão pode estar mais morosa.

       -  Umidificante nasal. Devida a baixa umidade e frio nas cabines , use soro fisiológico para umedecer as vias aéreas. Te dará mais conforto para respirar, principalmente para quem rinite. Uma maneira prática de se fazer isso é com um gel nasal  (Maxidrate ®).

       -  Não esqueça de levar alguns medicamentos básicos ( para febre, dor, cólica, náusea). No exterior nem sempre é fácil comprá-los. 

        - Leve uma declaração do seu médico com o tempo de gravidez.

     Aproveite e boa viagem!