Dicas de Pré-Natal

Que momento mais feliz!

Sei que este é um momento muito especial para você e sua família. Uma fase repleta de expectativas, mudanças, sonhos,... e por que não, ansiedades, dúvidas. Pensando em sempre poder ajudá-los, organizei algumas questões que permeiam o imaginário da gestante. Fantasias ou realidade? Divirta-se!

Lembre-se: o bom senso é o caminho para uma gravidez saudável!

1. Sobre o tempo de gestação

      A gestação tem 280 dias ou 40 semanas contados a partir do primeiro dia da última menstruação normal. 40 semanas = 10 meses ??? Mais ou menos...se lembrarmos, neste período de 40 semanas, nas duas primeiras semanas a mulher ainda não ovulou e portanto, não pode estar grávida. É apenas uma maneira de tornar o cálculo mais objetivo. A partir da data da última menstruação podemos calcular a data provável do parto, somando 7 ao dia e extraindo 3 do mês. Neste dia completam-se as 40 semanas, os nove meses completos. Exemplo: data da última menstruação foi 04/09/20. Data provável do parto será 11/06/21. 

       O acompanhamento pré-natal se faz habitualmente com visitas mensais até 34 semanas. Após isso um novo encontro com 36 semanas e depois toda semana até o parto.

2. Sobre o ganho de peso da gestante

     O ganho de peso adequado varia conforme o prévio estado nutricional da gestante.  Para ter essa informação é só dividir o seu peso pela sua altura elevada ao quadrado. O resultado dessa conta se chama índice de massa corpórea (IMC).  De acordo com o seu IMC você tem uma sugesão de ganho de peso até o fim da gestação.  Lembre-se que o bebê ganha 3/5 do peso após a 28ª semana, ou seja, nos últimos 3 meses. 

     Deixe uma reserva para este período!

     

     IMC entre 19 e 25 (adequado) : ganho de peso entre 11 e 16 Kg

     IMC abaixo de 19  (desnutrido) : ganho de peso entre 12 e 18 Kg

     IMC acima de 25 (sobrepeso) : ganho de peso entre 7 e 11 Kg

     IMC acima de 30 (obesidade) : ganho de peso entre 5 e 9 Kg


 

Kathleen M. Rasmussen and Ann L. Yaktine, Editors. Weight Gain During Pregnancy:​

 Reexamining the Guidelines. Institute of Medicine; National Research Council.​

 http://www.nap.edu/catalog/12584.html​

3. Dicas para todos os períodos da gestação

       Em todos os períodos da gestação preste atenção a estas dicas:

       

       Alimentação:


  • muito líquido, em especial água e sucos naturais. De 2 a 3 litros/dia. Além de ajudar o seu bebê, faz bem para a pele. - tome leite! Pelo menos dois copos grandes/dia. Você pode aumentar a ingestão de cálcio tomado iogurte, comendo queijo. 
  • coma fibra! Ajuda a controlar o peso e facilita o intestino “preguiçoso”.
  • fracione sua dieta. Coma pouco, várias vezes/dia. Escolha o que vai comer, preferindo alimentos saudáveis. A gula é irmã gêmea da gravidez!
  • dependendo dos resultados dos seus exames de sangue (sorologia para a toxoplasmose), terá que evitar carnes cruas ou mal passadas. Frutas e verduras devem estar sempre bem lavadas. 
  • evite comer queijos não pasteurizados brie, camembert, gorgonzola (risco de Listeriose).
  • diminua o consumo de cafeína.
  • evite ao máximo a ingestão de álcool.


          Cuidados com a pele e cabelo:


  • filtro solar diariamente e se preciso 2 x / dia. Preferência àqueles que são à base de gel. São menos oleosos e diminui a chance de ter acne, algo freqüente durante a gravidez. 
  • se for ficar exposta ao sol, use um bloqueio mecânico junto ao filtro solar (Ex; boné, chapéu, guarda-sol).
  • as tinturas de cabelo estão permitidas após o primeiro trimestre (14 semanas). De preferência peça para não passarem junto ao couro cabeludo – diminuem a chance de processos alérgicos e a absorção dos elementos químicos. Não misture cores! O resultado da manipulação de duas ou mais cores podem produzir substâncias que não seguras.
  • as alterações hormonais podem mudar a resposta do seu cabelo a cor escolhida, mesmo que seja a utilizada costumeiramente.


          Atividade física e postura:


  • se ficar muito tempo sentada, use meia elástica média compressão. - bom senso em qualquer atividade física. Ouça seu corpo! Se tiver cansada, pare. Se puder ponha as pernas para cima, durma! Ah, compras no shopping também cansam e incham as pernas...
  • atividades aquáticas relaxam, diminuem o peso da barriga (efeito do empuxo da água), evitam o trauma nas articulações.
  • exercício: faça com bom senso! Preguiça e limitação são palavras com conceitos diferentes. Sem dúvida alguma a atividade física ajuda no controle do peso, mas não há grávida com barriga tanquinho.
  • para quem já tem uma atividade física regular, os exercícios que tem uma exigência aeróbica intensa (spinning, corrida,etc) devem ser restritos a 50 minutos.

4. Posso? Devo?


  • viagens: se for fazer viagens longas, ande a cada de 3 horas. Use meias elásticas, que vão evitar que as pernas inchem e facilitam o retorno do sangue dos membros inferiores, minimizando as chances de trombose. Atente para a liberação das empresas aéreas. Confira o tempo de gestação permitido para embarcar! Lembre-se que na volta o seu tempo de gravidez aumentou. Faça as contas!
  • tabaco: não fume e não seja fumante passiva!
  • use repelente nas áreas expostas. Você pode usar o repelente também sobre as suas roupas. funciona da mesma maneira. A icaridina é uma das substâncias indicadas para afastar os mosquitos, especialmente o  Aedes Aegypti, relacionado à dengue,  Chikungunya e Zika.
  • em relação a todas as viroses respiratórias (Influenza, H1N1, COVID-19) devemos observar a etiqueta respiratória, não comutar copos e talheres e evitar o contato com pessoas doentes, assim como locais de aglomerações. 
  • relação sexual: se não for houver uma contra-indicação médica não há nen;hum problema. O hormônio progesterona tende a deixar a grávida mais introspectiva, com menos libido. Tudo é normal!

5. Considerações Gerais

  •  use roupas confortáveis. Se as mamas aumentaram e estão te incomodando, durma de sutiã. Ajuda até a reduzir a possibilidade de estrias. 
  • pondere tudo o que ler, ouvir e assistir sobre gestação, parto, aleitamento. Filtre as “histórias” de outras pessoas. A sua gravidez não é igual à de nenhuma conhecida.
  • me ligue antes de tomar qualquer medicação diferente.
  • faça visitas ao seu dentista. É comum a grávida ter cáries e gengivites.
  • nos meses finais da gestação seu centro de equilíbrio estará deslocado, suas articulações mais instáveis. Use calçados de salto baixo, evitando torções de tornozelo e joelhos.
  • no último trimestre procure um(a) pediatra. Marque uma consulta para tirar as suas dúvidas e conhecê-lo(a) pessoalmente.
  • também marque uma visita à maternidade caso ainda não tenha certeza do local aonde irão fazer o parto.
  • finalmente, seja feliz! 

                       Aproveite este momento mágico e conte sempre comigo!